Operação contra ‘gatos’ na energia prende empresários em Anápolis

Responsável pelo abastecimento elétrico da cidade, Enel levou prejuízo milionário

Dois empresários, que não tiveram a identidade revelada, foram presos em Anápolis por furto de energia elétrica durante uma operação realizada pela Polícia Civil, juntamente com a Enel, na quinta (20) e sexta-feira (21) na cidade.

A ação também se estendeu aos municípios de Formosa, Águas Lindas, Valparaíso e Jesúpolis, sendo que nos dois últimos ocorreram outras três detenções em flagrante. Todos os suspeitos foram autuados por furto qualificado.

Levantamento da Enel mostra que nos últimos 12 meses foi registrado uma perda comercial de energia de 360 GWv, correspondente a um prejuízo de aproximadamente R$115 milhões, que poderia abastecer Goiânia por quase um mês e meio.

Devido a isso, as fiscalizações agora deverão ocorrer com mais frequência em todo o estado.

Em 2017, a empresa tinha 44 equipes para combater os furtos em empresas de pequeno e médio porte. Esse número, no entanto, já subiu para 103 e deverá chegar em 119 até o final do mês.

Já para as grandes instalações, haviam apenas seis equipes de fiscais e a previsão é que até no início de outubro sejam implantadas mais oito.

Além do risco de causar curtos-circuitos e sobrecargas na rede elétrica, o furto de energia é crime e prevê até oito anos de prisão.

Fonte: Portal6 

About Author

Related posts

Give a Reply